quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Métodos Contraceptivos

Há dias fui com a minha sogra a uma consulta, e à conversa com o médico e na brincadeira, eu disse que queria viver até aos 100 anos. Ele perguntou-me se tomo a pílula, disse que sim e a resposta dele foi : "Hás-de viver até aos 100, hás-de..." e continuou a conversa em volta de todo o mal que a pílula faz, ainda mais quando está associada por exemplo ao excesso de peso e ao colesterol elevado. Obrigadinha, Sr. Doutor! Conseguiu "acordar" o bicho dos prós e contras que há em mim...

Há imensas formas de prevenir a gravidez para além da pílula, embora esta seja a mais fiável. Para além dos preservativos feminino e masculino, do DIU e do Diafragma, das injecções e dos implantes*, ainda existem outros. A verdade é que vim de lá com macaquinhos no sótão e (quase) decidida a laquear as trompas, mas bastaram uns minutos a pesquisar sobre o assunto para me fazer desistir da ideia, e porquê? Porque há imensas mulheres que engravidam uns anos depois e a probabilidade de vir a extrair o útero é elevada.
Sendo assim fica tudo como estava :(

E vocês o que acham?

* O meu fluxo menstrual é abundante e há uns 2 anos pus a hipótese de colocar um implante. Tenho 3 amigas que puseram e raramente são menstruadas e só tinha que voltar a pensar nisso daí a 2 ou 3 anos. Maravilha não é? Pois mas não resultou porque primeiro tive que experimentar com uma pílula idêntica e o que me aconteceu foi que, para além de engordar bastante, andei 3 semanas menstruada...

Já vos aconteceu alguma coisa assim?

Beijos/ A Mãe

10 comentários:

  1. Olha eu já tomei a ´pílula e deixei de a tomar pois ficava era sempre mal disposta.
    Apetecia-me sempre vomitar e já me metia raiva ter que a tomar.

    Fui ao médico e a melhor solucção para mim, foi mesmo o DIU. Não é o de cobre, é dos novos e só tenho maravilhas a falar dele.
    O fluxo é muito pouco ou nenhum e em 4 anos quase, não engravidei. Só o tens que mudar de 5 em 5 anos e olha se engordei na altura, perdi já tudo.
    Poupei dinheiro em pílulas, preservativos e afins.

    Só vou às consultas anuais ao gine para ver se está tudo em otdem, nada mais.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não tenho problemas em tomar a pílula, nem me costumo esquecer, o problema é mesmo a questão das hormonas. O DIU que tens é prático e é bom para quem tem vómitos ou se esquece de tomar, mas liberta hormonas como a pílula, e era isso mesmo que eu queria evitar. Já tomo há 21 anos e queria mesmo deixar.

      Beijos/ A Mãe

      Eliminar
  2. Credo! Eu tomo a pílula porque tenho que tomar e também porque não quero filhos para já. Sei que fazem um certo mal, é normal, tamos a dar ao corpo mais hormonas do que ele quer/precisa.

    Quem sabe daqui a uns anos inventem qualquer coisa que não faça tanto mal e seja tão eficaz. E que não seja a abstinência, ahahah :D

    ResponderEliminar
  3. Eu tomo a pílula Yasmin e queria deixar de tomar, uma vez que já tomo a 5 anos e de um ano para o outro fez me engordar 10 quilos. Não a deixo porque não sei se volto a perder os quilos e adoro o facto de saber sempre quando vou ter o período, coisa que com outro dispositivo não
    é certo :S

    ResponderEliminar
  4. Tomei a Yasmin durante uns 6 ou 7 anos, e foi realmente nessa altura que mais engordei. Agora tomo a Minigeste que é mais fraca e muito mais barata. Tenho 2 filhos e não pretendo ter mais, apesar de confiar neste método, queria mesmo livrar-me do mal que me faz.

    Beijos/ A Mãe

    ResponderEliminar
  5. Eu tomo a gynera, mas para tratar um problema de saúde, e tomo-a seguida sem intervalo (menopausa induzida).
    Mas aconteceu-me ficar menstruada SEMANAS quando tomava a cerazette (para poder amamentar) e o malvado só se foi porque deixei de tomar.
    Na altura pensei no implante, mas o meu gineco. avisou-me logo que não me podia garantir que não iria menstruar, e devido à doença que tenho (endometriose) não posso mesmo...
    acabo por não ter escolha nenhuma (que não envolva histerectomia), mas acredito que isto anda de uma maneira, que se não é pela pílula, há de ser por outra coisa qualquer, isto anda tudo maluco, certo?
    Jinhos!*

    ResponderEliminar
  6. Pois também me parece que não tenho escolha e que vou continuar com a pílula, embora tenha consciência do mal que faz :(

    Beijos/ A Mãe

    ResponderEliminar
  7. Olá :),

    Se existem mulheres complicadas das "entranhas" eu sou uma delas! Tudo o que seja problema relacionado com menstruação e hormonas eu tenho e sofro que nem uma Madalena LOL. Tenho TPM desde que comecei a menstruar e para além de dores fortes a ponto de desmaiar, diarreia, alterações de humor, borbulhas, vómitos, etc, etc, eu cá tenho direito a tudo! Quando comecei a tomar a pílula os sintomas aliviaram mas surgiram outros problemas: efeitos secundários da dita-cuja. Andei anos a testar várias. Umas engordavam (ganhava 10 e 15 kg...jasus), outras tiravam o apetite e emagrecia até ficar com anemia, outras alteravam a circulação sanguínea e causavam imensos problemas circulatórios...e todas elas me deixavam 24h nauseada, com uma enorme vontade de vomitar. Para não falar de quando andava meses menstruada... sem interrupções...Ficava completamente desregulada.

    Depois da minha filha nascer a minha GO aconselhou-me a colocar o DIU e foi a salvação! Acabaram-se os sintomas secundários, as indisposições, o stress de quando tomava antibióticos e tinha medo que cortasse o efeito, para além de ter uma dosagem hormonal mínima, practicamente nula, e não causar qualquer tipo de problema! Não podia ser melhor!

    Finalmente problema resolvido.

    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  8. É caso pra dizer que "mulher sofre!"...ainda bem que o DIU resolveu o teu problema, tenho uma amiga que também colocou e dá-se bem.
    Tenho que pensar bem o que fazer.
    Obrigada pelo comentário :)

    Beijos/ A Mãe

    ResponderEliminar

No feriado...

...fomos ao parque. Esteve sol e calor e depois do almoço fomos até ao parque. Acabámos por ficar pouco tempo porque levantou-se um v...