domingo, 14 de fevereiro de 2016

Leite Creme (com "leite" de soja)


Num domingo frio e chuvoso em que estive sozinha com o António fiz Leite Creme para a sobremesa.
Normalmente fazia com leite de vaca mas este fiz com leite de soja*, ficou com cor de caramelo, a textura e o sabor também ficaram diferentes mas ficou muito bom.
Deixo-vos aqui a receita.



4 gemas
7 colheres (de sopa) de açúcar
4 colheres (de sopa) de maizena
1l de leite de soja
casca de limão

Junta-se o leite, a farinha, o açúcar e a casca do limão. Mexe-se bem e juntam-se as gemas.
Vai ao lume até engrossar, mexe-se sempre para não ficar com grumos.

*Eu sei que não é leite, é bebida de soja, ou de arroz, ou de amêndoa, mas dá-me mais jeito dizer assim.

Beijos/ A Mãe


quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

A minha nova alimentação #4

O que têm achado das receitas que tenho deixado? Têm experimentado? 

Desta vez trago uma receita que foi a Mãe que fez. Sim porque quando estou em Leiria e sou eu que cozinho não há qualquer problema. A questão é quando vou para casa ou a casa de outra pessoa. Lá por casa já está toda a gente adaptada a esta nova alimentação e a Mãe também tem experimentado novas receitas.

Então a Mãe fez frango estufado sem qualquer tomate (também é uma restrição) com soja, ervilhas e cenoura. Para eles cozeu à parte massa "normal" e para mim massa de arroz em forma de esparguete. 

Digo-vos que estava delicioso!!




Beijinhos/ A Filha

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

A minha nova alimentação #3

Porque os lanches às vezes são complicados e é preciso alguma imaginação, às vezes opto por fazer em casa o que posso levar para todo o lado (ao contrário do comum dos mortais que compra bolachas e bolachinhas nos supermercados e já está). 

Desta vez optei por "bolachas de água e sal". Tenho de admitir que não são exatamente iguais às tradicionais mas são também muito boas! 


Aqui têm a foto de como as minhas ficaram! Deixo aqui o link do site de onde retirei a receita.  Usei farinha de arroz e sementes de linhaça moídas. 

Beijinhos/ A Filha

domingo, 17 de janeiro de 2016

Panquecas de Aveia


Influenciada pela nova alimentação da Filha, e apesar dela quase nunca estar cá em casa, resolvi fazer também algumas alterações na minha própria alimentação. Como tal deixei de comer pão e lacticínios (sem radicalismos, ninguém me proibiu de os comer), porque apesar de adorar fazem-me ficar inchada.

E como é que se vive sem pão? Pode parecer estranho mas tem sido mais fácil do que imaginava, e para substituir nos pequenos almoços tenho feito estas panquecas.

Na frigideira e já prontas

370 g de flocos de aveia moídos (sem glúten)
1 colher (de sopa) de linhaça
300 ml de "leite" de soja* ou água
1 colher (de sopa) de açúcar amarelo
raspa de 1 limão

Misturo bem todos os ingredientes e cozinho numa frigideira anti-aderente, como se faz com as panquecas ditas normais.

Como simples ou com um pouco de manteiga, dobrada ao meio como se fosse um pão.
A partir desta receita podem-se acrescentar outros ingredientes que gostem, como sementes ou frutos secos, substituir o açúcar por mel, por exemplo.

*Também já experimentei com leite de arroz e com água e fica igualmente bom.

Beijos/ A Mãe

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

A minha nova alimentação #2

Desta vez trago uma receita tradicional mas adaptada. Caldo verde sem batata! 
Não posso comer batatas mas adoro caldo verde e tinha de arranjar uma solução! 

Fiz tudo igualzinho à receita tradicional com a diferença de que em vez de batatas usei xuxus, resulta na perfeição! O sabor é fantástico à mesma e para quem está a fazer dieta sempre é melhor! 


Vale a pena experimentar!

Beijinhos/ A Filha

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

O meu "sininho"

Não, não estou a falar da Sininho do Peter Pan mas sim do meu copo menstrual!
Conhecem? Usam? 

Bem, eu comecei a utilizar à cerca de dois meses.Como? Porquê? Assim de repente? Perguntam vocês... Estava com o período e comecei a fazer alergia aos pensos, estava já cheia de borbulhas que me matavam com comichão e ardume. Já em desespero, pesquisei no google soluções. E eis que apareceu, ainda apreensiva resolvi pesquisar mais... e mais... Lembrava-me de uma vez ter visto uma reportagem sobre isso na tvi e ter achado nojento e horrível mas comecei a pensar melhor, a ver os prós e os contras e decidi! Vou experimentar!! A Mãe nem queria acreditar, na altura da reportagem tínhamos concordado que era uma nojeira autentica... 

Fui à wells e comprei!!



Na foto vêem o meu "sininho",como carinhosamente lhe chamo, acabado de esterilizar e pronto para a primeira utilização.

Confesso que as primeiras vezes senti alguma dificuldade em pôr e tirar mas depressa apanhei o jeito e olhem que a verdade é que já não o troco por coisa nenhuma! Sinto-me muito mais limpa, sem cheiros, desconfortos,... E sem preocupação durante 12 horas, fantástico mesmo!! É tão confortável que até me esqueço que o tenho, sente-se menos ainda que o tampão! Meninas experimentem e digam-me alguma coisa!!! 

Beijinhos/ A Filha

P.S. Ainda não consegui convencer a Mãe a experimentar. 

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

A minha nova alimentação #1

Como já aqui referi, a minha alimentação mudou bastante nos últimos tempos e tenho levado isto muito a sério! Pronto, admito... No Natal e na Passagem de Ano não cumpri com tudo tudo... Mas eu adoro batatas, e aquele bolinho de vinho do porto delicioso chamou por mim e as rabanadas...aiii as rabanadas!! Mas foi mesmo só nesses dias e tentei, ainda assim, controlar-me bastante. 

Vou mostrar-vos um pouco desta minha nova aventura e descoberta, vocês também podem experimentar! Tento sempre fazer receitas simples, rápidas e deliciosas! 
Desta vez trago-vos uma das receitas que mais me tem convencido e que costumo adaptar consoante o que tenho em casa ou o que me apetece mais.
Noodles de arroz (com os noodles de ovos também deve ficar bom) com frango e cogumelos

Estes são os noodles que habitualmente uso, compro no Celeiro

Passo a explicar, numa frigideira ponho um fio de azeite junto o peito de frango já cortado aos cubos e deixo cozinhar um pouco (até ficar todo branquinho) de seguida junto os cogumelos (ou ananás que fica caramelizado e adoro ou tofu), o molho de soja (não ponho sal porque o molho já é bastante salgado) e orégãos. Deixo tudo cozinhar e quando estiver pronto desligo. No entretanto fervo água e sem ter o lume ligado ponho os noodles 2 a 3 minutos e estão prontos! 


Muito simples, rápido e delicioso! Que vos parece?

Beijinhos/ A Filha