quinta-feira, 11 de abril de 2013

Vidas sem vida

Escrevo-vos a esta hora pois hoje fui a uma visita de estudo a uma Casa de Reabilitação de Toxicodependentes e acabei por conseguir vir para casa mais cedo.
Já lá tinha ido uma vez, há uns 3 anos mas desta vez foi diferente...
O Padre responsável pelo projeto, começou por nos fazer uma visita guiada à casa. É uma casa antiga, reconstruida e portanto é dona de uma beleza natural. No entanto, de divisão em divisão senti que faltava algo, parecia que estava tudo demasiado no sítio, o chão ainda húmido mostrava que a limpeza tinha sido feita há não muito tempo. Não havia uma única divisão, nem mesmo os quartos, que não estivesse trancada à chave. Estranhei todo aquele ambiente, não parecia acolhedor. 
Depois da vista guiada, fomos para uma sala onde todos eles nos mostraram um mundo à parte, um mundo que é deles. O mais novo que lá está tem 14 anos e o mais velho 44, a diferença de idades é notória mas no fundo, têm tanto em comum, mais do que seria desejado. Começaram por volta dos 9 (como é possível ?!) com tabaco, depois passaram todos pelos charros e acabaram, sem exceção em drogas mais pesadas como haxixe e o álcool. Dizem que o mal foi experimentar, que para terem estilo e pertencerem àquele grupo de amigos acabaram com a vida deles. Perderam tudo, e nenhum falou em bens materiais (e claro que a perda neste campo também foi muita) mas sim, em respeito, dignidade, mulher, filhos, pais, irmãos. Para alimentar a sede daquelas drogas tiveram que roubar (alguns podem mesmo ter de ir para a cadeia), dormir ao relento, comer do caixote do lixo, fazer tráfico de droga, etc. Tudo o que tinham e não tinham foi usado para comprar e agora dizem-se pessoas diferentes. Cada dia é um dia, num dia pensam que conseguem no seguinte têm uma recaída e todo o processo volta ao inicio. 
O que é que ficou disto tudo ? Uma grande lição de vida. 


Comunidade Terapêutica de Avanca
(imagem retirada da Internet)

Beijinhos/ A Filha

3 comentários:

  1. Não há muito tempo ouvi esta frase da boca de um pai quando lhe perguntaram se tinha filhos, ele respondeu ... tinha um, mas perdi-o, agora é toxicodepente, não acredito que volte" Esta frase foi dita com lágrimas nos olhos e fiquei a pensar nela ...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Esta frase deste comentário...arrepiou-me.

    Esta casa não fica em Espinho?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, fica em Avanca mesmo de frente para o mercado

      Beijinhos

      Eliminar