terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Cada terra tem seu uso...

É bem verdade e neste caso refiro-me ao uso das palavras.
Cresci no concelho de Sintra e aí vivi até ter quase 18 anos, altura em que casei e vim morar bem mais para norte, para o concelho de Estarreja.

O país é o mesmo mas há mesmo muitas coisas que diferem, e podia ficar aqui horas seguidas a escrever sobre isso, mas vou só falar sobre o nome que se dá a certas coisas e a diferença que faz de umas terras para as outras.

Norte:                      Lisboa:

Café ------------------ Bica
Pingo ----------------- Garoto
Autocarro ----------- Camioneta
Guarda-Chuva ------------- Chapéu-de-Chuva
Chicla ---------------- Pastilha
Cabide --------------- Cruzeta
Estrugido ------------ Refogado
Vagem --------------- Feijão-Verde
Horas: Cinco menos dez ------ Dez para as cinco


E há muitas mais, e há as "cabeludas" que precisam de bolinha vermelha :)
A das horas provocou um pequeno mal entendido quando eu e o meu marido começámos a namorar.

Hoje em dia as pessoas já vão sabendo cada vez mais o significado desta ou daquela palavra ou expressão, talvez porque há cada vez mais pessoas a viver fora da terra natal e os hábitos vão-se misturando. 

Beijos/ A Mãe

4 comentários:

  1. Sim, é verdade. Por exemplo, na universidade, tenho amigas de várias zonas e isso acontece. Poucas são as palavras que não conhecia. E depois tenho uma amiga dos Açores.. Que também usa algumas diferentes. :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Cruzeta é no Norte e cabide em Lisboa. E sertã x frigideira... e testo x tampa... e aloquete x cadeado... estávamos aqui a noite toda! :)

    ResponderEliminar
  3. Isto é muito engraçado =)
    E eu digo cabide à mesma lol
    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Ahora entiendo por qué cuando pido " uma bica " ( palabra que me encanta ) no en todas las partes de Portugal me entienden bien: ¡ y son muchas, muchísimas las " bicas " que tomo y la " saudade " de estar en Portugal y pedir " bicas, galäo muito oscuro, ...". Gracias por ayudarme a comprender mejor tu hermoso idioma.
    Muito obrigada.

    ResponderEliminar

Quando é que eu me perdi?

(Imagem retirada da net) Onde é que eu me perdi? Quando é que eu me perdi? Não sei...Só sei que me perdi...de quê exactamente? De...