sábado, 8 de setembro de 2012

RENDO-ME...

Das duas uma, ou sigo o conselho do "Diabo"(em forma de 1º Ministro) e emigro ou emigra ele ( gosto mais da segunda opção) !

Não faltam ideias preciosas para poupar, poupar e poupar mais ainda!

E quem já não toma pequeno almoço no café? Já não almoça fora? Só compra produtos de marca branca (incluindo gasóleo) ? Anda mais a pé? Usa estratégias pra poupar água, gaz e luz?
E quem já não consegue renegociar mais a prestação da casa, dos seguros e da meo?
E quem tem 2 filhos (16 e 4 anos)  com despesas de escola, passe, refeitório etc...?
E quem já não compra jornais nem revistas?
E quando estão/estamos os dois desempregados?
E quando um de nós tem um problema sério de saúde (ou falta dela...) e mesmo assim paga 5€ de taxa moderadora cada vez que vai ao C. Saúde apesar de estar desempregado?
E quem (nós) não tem qualquer tipo de apoio de pais ou sogros?
E quem...

Podia ficar aqui o resto da noite a escrever aquilo que já todos sabemos,as dificuldades por que todos passamos que isso não ia alterar em nada o estado do país...mas desabafei!

Desculpem lá mas as vezes é preciso!

Beijos/ A Mãe

4 comentários:

  1. Se lhe disser que ainda estou anestesiada com a raiva e frustração que sinto desde de ontem...!?
    Vou andando e vendo... poupar ainda mais... apertar um cinto que está apertado até ao ultimo o buraco... as decisões que tiver de tomar, terão de ser em conjunto com as crianças... não lhes posso esconder as reais dificuldades... e até hoje sempre fui verdadeira e honesta com eles...!
    Tempos muito maus se aproximam...
    beijinhos e muita força...

    ResponderEliminar
  2. Nem quero imaginar... :(
    Todos nos queixamos, mas a verdade é que infelizmente já há demasiadas pessoas a passar por estas situações bem piores! :(
    Beijinhos, e muita coragem!*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! Coragem também para ti, afinal estamos todos (mais ou menos) no mesmo barco!

      Beijos/ A Mãe

      Eliminar
  3. Feliz ou infelizmente eles tem que ficar a par das dificuldades que nos vão surgindo, deviam ser poupados e viver a "idade da inocência" sem este tipo de preocupações mas não é possível.
    Virão dias melhores!
    Obrigada e muita força também para voçês.

    Beijos/ A Mãe

    ResponderEliminar

No feriado...

...fomos ao parque. Esteve sol e calor e depois do almoço fomos até ao parque. Acabámos por ficar pouco tempo porque levantou-se um v...